Beija-flores e natureza brilham em exposição de Birgitte Tümmler
13 nov 2017

Beija-flores e natureza brilham em exposição de Birgitte Tümmler

13 nov 2017

Para celebrar a natureza e a vida. Abre nesta quarta-feira, 15 de novembro, a exposição “Os beija-flores e as flores de maracujá”, assinada por Birgitte Tümmler. Neste trabalho inédito, a artista promove a consciência ambiental por meio de traços realistas, e enfatiza seu amor pelo meio ambiente. A abertura acontece das 17 às 22 horas, no recém-inaugurado Amado por Quintana, bar gastronômico do já conhecido restaurante.

A abertura, que contará com pratos inspirados na exposição, em harmonia com cervejas artesanais e drinks, marca ainda um momento de retrospectiva de todos os artistas que fizeram parte deste ano cultural do Quintana Gastronomia. Com curadoria de Birgitte, que assina a nova exposição, o espaço recebeu mostras inéditas de artistas e fotógrafos, que também estarão presentes na celebração – Daniel Castellano, Gilberto Narciso, Rogerio Borges, Aline Albuquerque, Andrea Horn, Osvalter Urbinati, Urban Sketchers – além de ações culturais de poesia com Yane Kristki. Na celebração de abertura, o evento recebe também apresentação de Thalita Cantos, com o bambolê/hoop dance, música por Thiago Valente, e também apresentação de Andréa e Guto Horn. Há mais de nove anos, o espaço fomenta ações culturais e sustentáveis em meio à gastronomia, e busca sensibilizar clientes com estímulos sensoriais.

Sobre a exposição

Para a mostra, Birgitte convidou duas artistas que também retratam o tema com seu olhar e técnica própria. Kitty Harvill, americana que adotou o Brasil há mais de uma década, é criadora, ao lado do marido Christoph Hrdina, do grupo Artists and Biologists Unite for Nature (ABUN) – “artistas e biólogos unidos pela natureza”, em tradução livre –, no qual promovem ações que utilizam a arte como ferramenta de conscientização. Bianca Reinert, por sua vez, é bióloga, e conduz desde 2005 um projeto de monitoramento da espécie de beija-flor bicudinho do brejo, o qual é descobridora. Encontrou na cerâmica uma forma de expressar sua paixão pela ave, e aceitou o desafio de criar uma delicada coleção que estará “sobrevoando” o Quintana durante a mostra. A exposição conta ainda com participação especial das artistas Aline Albuquerque, Márcia Széliga, Sandra Kuniwake, Gilberto Narciso e Rogerio Borges.

Birgitte utiliza técnicas artísticas que variam entre desenhos com esferográfica, pinturas em acrílica e técnicas mistas, em estilo realista, retratando diferentes espécies brasileiras. O objetivo é mostrar a beleza da fauna e flora brasileira, e sensibilizar as pessoas sobre suas riquezas, que devem ser respeitadas e protegidas. Os beija-flores e as flores de maracujá foram espécies escolhidas por serem nativas das Américas, e também por seu simbolismo. As flores, por sua vez, representam exoticidade, beleza e paixão.

Sobre Birgitte Tümmler

Nascida em Copenhague, na Dinamarca, a artista visual Birgitte Tümmler veio a Curitiba ainda criança e desde então assumiu seu amor pelo Brasil. Sua maneira aberta de ver o mundo e sua crença nos valores que as artes e a cultura têm para fortalecer laços humanos e anímicos fazem com que busque replicar esta filosofia, seja por meio de seus próprios trabalhos, e também no incentivo e parceria com outros agentes culturais. Suas obras trazem traços firmes, precisos e delicados, com cores vibrantes e vivas, independentemente da técnica utilizada.

Sobre Kitty Harvill

Desde criança, Kitty já era apaixonada pela natureza, em especial a Floresta Amazônica. Desde cedo, a artista tinha o simples desejo de poder fazer algo pudesse ajudar na preservação das riquezas ambientais. Aos poucos, seu conhecimento aumentou, e a artista conheceu a Mata Atlântica e outros ecossistemas brasileiros, cada vez mais agredidos pelo homem. Por isso, desde 2006, esta foi a fonte de inspiração para o seu trabalho artístico. Hoje, ela divide sua residência entre o Brasil e seu país de origem, os Estados Unidos, em pinceladas feitas em técnicas como a aquarela, pastel, óleo e acrílico. Com o grupo ABUN, que possui cerca de 400 membros em todo o mundo, promove projetos que visam conservar espécies em extinção e seus respectivos habitats.

Sobre Bianca Reinert

Bianca Reinert retrata com seu trabalho em cerâmica a natureza com toque de magia. É bióloga, formada pela PUCPR, com mestrado em Conservação da Natureza pela UFPR e doutorado em zoologia pela UNESP de Rio Claro/SP. É uma das pesquisadoras que descobriu o bicudinho-do-brejo, espécie de beija-flor, e monitora a população da ave em Guaratuba/PR desde 2005.

Serviço: Abertura exposição “Os beija-flores e as flores de maracujá”. Quarta-feira, 15 de novembro, no Amado por Quintana (jardim do Quintana Gastronomia). Das 17 às 22 horas. Av. do Batel, 1440. Informações: (41) 3078-6044 e (41) 3078-8944. www.quintanagastronomia.com.br.

Deixe um comentário
More Posts
Comentários

Comments are closed.