Blog

agosto 2012

Viewing posts from agosto , 2012

O Quintana sorteia ingressos para o show Elis Por Eles!

Quintana Café & Restaurante lança neste domingo uma promoção imperdível!

Após ser homenageada na mais recente turnê de Maria Rita, a cantora Elis Regina agora é lembrada com o projeto musical Elis Por Eles, liderado pelo seu outro filho: Pedro Mariano.

Nesta quinta feira dia dois de Agosto vai acontencer o show Elis por Eles, em homenagem à eterna Elis Regina, interpretada por 14 importante vozes masculinas. E O Quintana Café & Restaurante é responsável pelo catering e alimentação dos artistas!

A apresentação será no palco do Teatro Positivo , e cada um irá interpretar uma música do repertório de Elis: Jair Rodrigues faz um pout-pourri de “ Arrastão/Menino das Laranjeiras” ; Chitãozinho & Xororó cantam “Como Nossos Pais” ; Jorge Vercillo com “O Mestre Sala dos Mares” ; “Só Tinha Que Ser Com Você”, na voz de Emílio Santiago e “Vivendo e Aprendendo” por Rogério Flausino, do Jota Quest; “Amor Até o Fim”, por Diogo Nogueira; “Madalena”, por Jair Oliveira; Moska com “Nada Será Como Antes” ; Lenine com “Atrás da Porta” ; “Casa no Campo”, pelo Roupa Nova; “Cai Dentro”, na voz de Seu Jorge, “Tatuagem”, por Filipe Catto e, para fechar a noite, Pedro Mariano canta “O Bêbado e o Equilibrista” .

Que tal ganhar um par de ingressos para esse incrível show “Elis Por Eles”? Para participar, é muito fácil! Curta a página do Quintana no Facebook e compartilhe a foto da promoção. Para aumentar as suas chances de ganhar, compareça ao restaurante entre este domingo, dia 29, até o dia 1.º de agosto, e a cada R$ 50 em consumo individual você tem direito a um cupom para participar! O sorteio acontece no dia 2 de agosto, e o cliente poderá passar no Quintana pela manhã para retirar o seu par de ingressos válidos para a apresentação no dia 2 de agosto, às 21 horas, no Teatro Positivo. Um par será sorteado no Facebook e outros quatro para quem visitar o restaurante neste período.

Para concorrer a um par de ingressos, visite Quintana Café & Restaurante no Facebook e compartilhe a mensagem! Boa sorte!

Chef Gabriela Carvalho ensina o Tarte Tatin de maçã

A Feira Mundo Gastronômico foi um sucesso de público e de audiência! Realizada na EXPO Renault barigui, a feira reuniu milhares de pessoas interessadas em saber um pouco mais sobre o universo gastronômico curitibano. Chefs de 16 restaurantes de Curitiba passaram um pouco dos segredos que enfeitam e dão o ótimo gosto de suas exclusivas receitas. A partir do dia 23, as aulas show e as palestras realizadas por chefs durante a feira estão disponíveis no site do Bom Gourmet da Gazeta do Povo.São 16 vídeos que mostram o que os chefs falaram e as dicas de preparo de seus pratos.

A video-aula da Chef  do Quintana Café & Restaurante, Gabriela Vilar de Carvalho, também está disponível! Ela ensina  a receita de uma saborosa Tarte Tatin! Uma torta de maçã tão elegante quanto o nome!

Gabriela não somente ensina a receita, detalhe por detalhe, mas também conta um pouco da hisória e da lenda por trás da Tarte Tatin! Além de descobrir os passoa para preparar um dos melhores pratos do Quintana Café & Restaurante, você aprende curiosidades sobre a cultura de outros lugares!

IMPERDÍVEL!

VIDEO: http://www.gazetadopovo.com.br/bomgourmet/videos/conteudo.phtml?tl=1&id=1289381&tit=Chef-Gabriela-Carvalho

Quintana na gastronomia da 5ª Mostra Muller Ecodesign

O Quintana Café & Restaurante Está em mais um evento. Dessa vez, A nossa Chef Gabriela Vilar de Carvalho comanda a cozinha da 5ª mostra Muller Ecodesign!

É Sucesso que não acaba mais!

Dez ambientes criados por profissionais de destaque no Paraná vão tomar conta do Piso Cinemas do Shopping Mueller entre os dias 22 de agosto e 16 de setembro. É a 5a Mostra Mueller Ecodesign, renomada exposição com móveis e itens de decoração criados sob o conceito da sustentabilidade. Sucesso entre o público curitibano, a mostra – totalmente gratuita – chega a sua quinta edição trazendo muita criatividade, elegância, tendências e inspirações.

Neste ano o tema do evento é Ecodesign, a sustentabilidade aliada a Cultura. Seguindo as tendências mundiais, os profissionais aceitaram o desafio de compor ambientes com elementos que sigam essa proposta.Abordados na quarta edição, os temas Inclusão e Acessibilidade voltam a ser retratados com o intuito de promover a responsabilidade e conscientização social.

Os espaços que farão parte da mostra são: Estúdio do Músico, Jardim de Inverno, Brinquedoteca com Inclusão, Atelier do Universitário, Sala de Banho da Atriz, Lounge Multimídia, Quarto da Moça com Acessibilidade, Espaço Gourmet, Sala de Imprensa e Estúdio do Diretor Teatral.

Para maiores informações acesse: http://www.shoppingmueller.com.br/noticias/5a-mostra-mueller-ecodesign

A Marca de Gabriela

Assim como o personagem Zorro, que com sua espada marcava Z’s pelas paredes da Califórnia, os chefs de cozinha curitibanos ganharam uma arma para também deixarem sua marca. Na última quinta-feira, dia 16 de agosto, teve início a Feira Mundo Gastronômico Curitiba, evento no qual foi lançado ao mercado o livro “Marca de Chef”. A obra reúne 14 dos melhores especialistas em gastronomia de Curitiba que assinam as receitas que são a marca de cada um. A chef de cozinha do Quintana Café & Restaurante, Gabriela Vilar de Carvalho, registrou nas páginas dedicadas à sua marca uma receita de Tarte Tatin, uma torta de maçã caramelizada tão elegante quanto o nome. A acidez da maçã, misturada com a sutileza do gosto doce do caramelo, criam um paladar inconfundível e muito saboroso.

O livro descreve quais os temperos e os sabores que criam a identidade da chef Gabriela. Para a obra, foram selecionados grandes chefs da região, que ainda ganham notoriedade ao lado do chef francês Laurent Saudeau, que assina o prefácio. São 168 páginas de gostosuras que resultaram em um livro que só falta cheiro e sabor para ser tão bom quanto os pratos que estão descritos nele. Os 14 autores do livro não usam máscaras, cavalos e muito menos espadas. Mas, assim como Zorro, têm a mesma coragem de fazer aquilo que amam. Uns com chicotes e Z’s pelas paredes, outros com panelas e fogões.

Indicação de livro do Quintana Café!

A literatura do século XIX foi marcada pelo afloramento do movimento artístico conhecido como realismo. O nova iorquino Henry James, foi uma das figuras chave para o desenvolvimento e pela popularidade desse gênero literário, que regou a cultura mundial e culminou na formação do pensamento contemporâneo.

Daisy Miller foi um dos primeiros livros em que James começou a tocar no tema em que mais ficou conhecido: os americanos expatriados que fugiram para o exterior devido à guerra civíl nos Estados unidos.  A história discorre, basicamente, sobre uma parcela da sociedade americana que vive em outro continente e que traz seus juízos de valores consigo, colocando suas opiniões conservadoras em um ambiente onde as pessoas parecem levar isso tão em consideração. O livro começa quando o Frederick Winterbourne está visitando sua tia, Senhora Costello. No jardim do hotel onde Fredrick está, ele conhece uma garota de Nova York com um jeito um tanto peculiar, Daisy Miller. Daisy era uma garota diferente, e um tanto promíscua, pois ela andava na rua sozinha e era amiga dos homens que achava interessante – como ela mesma diz, ela adora a amizade masculina, isso faz com que as pessoas ao seu redor olhem para ela com maus olhos. A história é narrada em terceira pessoa  por alguém que segue os passos de Winterbourne, ou seja, o narrador tem acesso apenas á visão de Frederick, e as  suas opiniões se constroem de acordo com as conclusões tiradas por Winterbourne.

Henry James é um autor que pensa em tudo em suas obras, por exemplo, uma das coisas mais nítidas em Daisy Miller, é a escolha dos nomes dos personagens. Daisy é uma palavra em inglês que significa margarida e lembra a primavera, o sol. E Winter, de Winterbourne, significa inverno. Uma nítida antítese se forma. Daisy pode ser vista como uma metáfora da florzinha que nasce, cresce, brilha e se desmancha no inverno

Enfim, Daisy Miller é um livro da literatura clássica americana, uma tragédia romântica com todos os elementos do gênero. Se histórias tristes lhe interessam, de ficar com angústia de uma relação amorosa difícil e, principalmente, de livros clássicos, vai amar este.

Quintana no Dia dos Pais!

Queridos pais:

Vocês gostam de bobó de camarão?

Costela assada longamente com risoto de Pupunha e ervas?

E variedades de saladas, grãos, batatas e massas, lhes agradam?

Peixe, frango, legumes e fritas, doces variados e ótimas bebidas…

Se sim, neste domingo almoce conosco e se surpreenda com os pratos criados para você!

Feliz dia dos Pais!

E isso não é tudo. Domingo vamos entregar um presente para você! VENHAM, SEMPRE!

Para deixar vocês com um pouquinho de água na boca, segue uma receita do maravilhoso Bobó de Camarão:

Ingredientes:

  • 1 Kg de camarões frescos
  • sal
  • 3 dentes de alho picados e amassados
  • suco de 1 limão
  • pimenta do reino
  • 1 Kg de mandioca ( prefira as que já vem embaladas e descascadas, é mais prático)
  • 1 cebola cortada em rodelas e 2 cebolas raladas
  • 1 folha de louro
  • 6 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 2 vidros de leite de coco
  • 1 maço de cheiro verde picado
  • 2 latas de molho pronto de tomate ( Pomarola)
  • 2 pimentões verdes bem picadinhos
  • 2 colheres de sopa de azeite de dendê

Modo de preparo:

  1. Lave os camarões e tempere com sal, alho, pimenta e limão
  2. Deixe marinar
  3. Pegue uma panela com água e cozinhe a mandioca em pedacinhos com louro e cebola em rodelas
  4. Quando estiver mole acrescente um vidro de leite de coco, deixe esfriar um pouco e bata no liquidificador
  5. Esquente o azeite de oliva, junte a cebola ralada e deixe dourar
  6. Acrescente os camarões e frite
  7. Adicione as 2 latas de de tomate, o cheiro verde, o pimentão e deixe cozinhar por alguns minutos
  8. Junte na mesma panela a mandioca batida no liquidificador, outro vidro de leite de coco e o azeite de dendê, deixe levantar fervura e está pronto

Video em homenagem à Mario Quintana!

Retribuir a honra, agradecer, mostrar a todos a gratidão por algo que foi prestado por alguém. O ato de homenagear é citado nos manuscritos mais antigos da nossa sociedade. Nas cavernas, as civilizações pré-históricas, cunhavam com a tinta das plantas homenagens ao alimento, aos caçadores da tribo e aos elementos da natureza.

Há quem diga que jurar fidelidade ou prestar homenagem para um indivíduo pode fortalecer uma sociedade. Afinal de contas, precisamos ter os nossos heróis, temos a necessidade de nos inspirar em alguém.

No dia em que o Quintana Café e Restaurante completou quatro anos, os clientes e funcionário do estabelecimento realizaram um evento coletivo para comemorar o aniversário  do restaurante e homenagiar o poeta Mario Quintana!

Foram mais de 40 pessoas que prestaram o seu laurel declamando um texto de Mario. Cada participante recitou uma pequena frase do poema “Quem sabe um dia”, que resultou em um vídeo digno de uma bela arte. A simplicidade das palavras do poeta, quando juntas, se transformam em algo realmente belo!

Confira o resultado final! Parabéns à todos que participaram.

Quintana encanta nos bastidores de Elis por Eles

A nossa Chef e Restaurantrice Gabriela Vilar de Carvalho, comandou os bastidores da superprodução “Elis Por Eles”, que aconteceu na noite desta quinta-feira, 2 de agosto, no Teatro Positivo. A equipe foi responsável pela alimentação não só de toda a quadro de músicos e produtores, mas também de todos os artistas. Nos preparamos da melhor forma possível para proporcionar uma alimentação que garantisse o sustento dos cantores e não atrapalhasse a belíssima performance no palco, tudo regado com o mesmo carinho e atenção que damos todos os dias na preparação da nossa mesa gastronômica! Esse preparo especial de todos os integrantes da nossa equipe fez com que Seu Jorge, Jair Rodrigues, Lenine, Rogério Flausino, e vários outros cantores, rasgassem elogios admirados ao nosso cardápio. O espetáculo, que lotou a casa, foi palco para a gravação de um DVD, que deve chegar às lojas no fim do ano. O Quintana, mais uma vez, surpreendeu àqueles que experimentaram um pouco do que a gente é capaz. Sempre quando o trabalho é feito com dedicação e amor, o fruto que se colhe é doce!

Para fazer o nosso trabalho lembramos da nossa inspiração, Mario Quintana:

“Temos que nos bastar… nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.”

E é assim que agimos, sempre dar o nosso melhor porque gostamos de fazer o que fazemos!

Luis “Grande Escritor” Fernando Veríssimo

Escrever é uma tarefa extremamente complicada. Brincar com as palavras e organizá-las de uma maneira divertida não é pra qualquer um. E ouso dizer que nessa lista de brincalhões encontram-se poucas pessoas. Às vezes acontece de dois desses galhofeiros se reunirem e começarem algo muito gostoso de começar e muito difícil de parar.

Há alguns dias, a jornalista Marina Azaredo fez um entrevista com Luis Fernando Veríssimo.Os dois dialogam de uma maneira alegre, descontraída, divertida e cheia de brincadeiras sérias. Esse trabalho rendeu uma reportagem imperdível. Marina com suas perguntas postas em lugares precisos e Veríssimo, como um bom gaúcho, com sua língua afiada!

Confira um trecho da entrevista a seguir.

Terra – Entre os escritores brasileiros, você só perde em número de livros vendidos para o Paulo Coelho. Como é ser o segundo escritor brasileiro que mais vende no Brasil?
LFV – 
Olha, eu nem posso ser comparado com o Paulo Coelho, porque ele é um escritor internacional, vende muito bem no mundo todo. Eu vendo muito bem no Brasil, mas não no exterior. Então essa comparação não cabe.

Terra – Na sua opinião, por que ele é tão bem sucedido no exterior?
LFV – 
Acho que é fato de ele escrever livros na linha da autoajuda, do misticismo. Ele sabe fazer isso muito bem e acredito que por isso tenha um público tão grande.

Terra – Você já leu Paulo Coelho?
LFV – 
Não. Não tenho nenhum preconceito, mas é um tipo de literatura que não me interessa muito.

Terra – Você já disse que não está nas redes sociais e não tem nem celular. E o computador, você usa?
LFV – 
Uso o computador como máquina de escrever. Também uso muito o email e o Google, mas, fora isso, não uso muito.

Terra – O Google facilitou a vida?
LFV – 
Eu sempre digo que o Google é a erudição instantânea. Qualquer dúvida que você tem, é só correr ali e geralmente você encontra a resposta.

Terra – Há diversos textos falsos atribuídos a você circulando pela internet e você disse que já recebeu elogios por vários deles. Você lê esses textos? Tem algum que você tenha lido e gostado ou pensado “esse eu realmente poderia ter escrito”?
LFV – 
Tem um texto chamado Quase que andou circulando aí e é muito bom. Eu assinaria embaixo, se alguém já não tivesse assinado por mim. Eu inclusive conheci a moça que é a verdadeira autora do texto. Não foi ela que colocou na internet, foram os amigos que colocaram com o nome dela. Mas isso é uma coisa que a gente deve se resignar, porque não há o que fazer, não há como evitar isso. Qualquer um pode colocar o texto que quiser na internet, colocar a assinatura que quiser. Não há o que fazer.