Blog

Cultura

Viewing posts from the Cultura category

Ações de literatura, ilustrações e sustentabilidade no mês das crianças no Quintana

Neste sábado, 30 de setembro, o Quintana inicia a temporada de ações culturais voltadas ao público infantil, em meio ao mês das crianças. O espaço gastronômico recebe as obras “Cadê o Fubá?” e “Leo, a lagarta sonhadora”, da editora InVerso, com contação de histórias de forma lúdica e criativa. A oficina é gratuita e começa às 11h30, no Quintana Gastronomia.

Na trama assinada, a autora conta com rimas, sons e cores vivas para apresentar o mistério – onde está o fubá que seria usado para fazer um delicioso bolo? As crianças utilizarão massinhas de modelar para acompanhar a história e fazer, de forma lúdica, a receita. Para encerrar, a idealizadora do Quintana Gabriela Vilar de Carvalho apresentará histórias da vida na cozinha, além de levar a parte mais aguardada – o bolo!

As ações culturais têm continuidade no domingo, 1.º de outubro, data na qual o Quintana recebe novamente a poetisa Yane Kritski. Ela lançará o livro “A lucidez é dura minha filha”, que trata-se de uma narrativa com poesias que marca como a artista deu seus primeiros passos no mundo da literatura. Yane irá interagir com o público por meio da poesia de improviso, na qual o leitor apresenta seis palavras, que são utilizadas pela poetisa para criar um texto em apenas seis minutos. A ação encantou os clientes nos últimos fins de semana no Quintana e promete atrair ainda mais pessoas neste domingo.

No dia 12 de outubro, o Quintana recebe o artista Rogerio Borges, que irá apresentar ao público infantil uma oficina de ilustrações – e ensinará a todos como desenhar um dragão. O mês conta também com oficina sobre abelhas nativas sem ferrão com o meliponicultor Benedito Antônio Uczai; sobre compostagem e reciclagem; e outros pilares do Quintana Gastronomia. Participe!

Serviço: Mês das Crianças no Quintana Gastronomia. Abertura neste sábado, 30 de setembro, das 11h30 às 13h30. Ações aos sábados do mês de outubro, das 11h30 às 15h30, e também na quinta-feira, 12 de outubro, das 11h30 às 13h30. Mais informações e inscrições: (41) 3078-6044 ou pelo e-mail quintanagastronomia@gmail.com. www.quintanagastronomia.com.br.

Chefs e cozinheiros paranaenses celebram o Dia Mundial da Alimentação com pratos especiais

 

Os renomados chefs da cozinha paranaense Gabriela Carvalho, Delio Canabrava, Vania Krekniski, Marcos Bortolozzo, Claudinei Oliveira, Fernando Matsushita e Luca Calabro que participam da ação colaborativa #amofeijão – “Semana das Leguminosas nos Restaurantes do Paraná” – que aconteceu até 16 de outubro, celebram o Dia Mundial da Alimentação, oferecendo aos clientes pratos especiais com receitas baseadas em plantas leguminosas.

Os grãos comestíveis são cultivados e ingeridos pelos humanos há mais de 10 mil anos. No cardápio variado estiveram receitas culinárias típicas do Brasil como feijoada e virado à paulista, mas também opções como salada italiana a base de feijão de verão, acarajé de feijão preto com vinagrete de pernil de leitão e laranja, e ainda hambúrguer de grão de bico e especiarias, molho de iogurte e hortelã. Outras opções incluem nachos Maria Dolores – prato genuíno mexicano feito a base de feijão. São inúmeros arranjos nutritivos com amendoim, sopas e saladas diversificadas de grão de bico, lentilhas e ervilhas. Para os nordestinos, um prato regional chamado baião de dois foi colocado à mesa durante a atividade que começou dia 10 de outubro.

A consagração do Dia Mundial da Alimentação foi estabelecida em novembro de 1979 pelos países membros na 20ª Conferência quando da fundação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura – FAO, em 1945.  No dia 16, realizaram-se muitas atividades relacionadas com a nutrição e a boa alimentação em todo mundo.

Objetivos

O evento faz parte da estratégia da FAO no Ano Internacional das Leguminosas para alertar a necessidade da produção alimentar e reforçar parcerias a vários setores da economia. Segundo Alan Bojanic, representante da entidade no Brasil, “alertar para a problemática da fome, pobreza e desnutrição no mundo e reforçar a cooperação econômica e técnica entre países em desenvolvimento para a boa produção de alimentos”.  Para o Bojanic, “promover a transferência de tecnologias para os países em desenvolvimento e encorajar a participação da população rural na tomada de decisões que influenciem as suas condições de vida são diretrizes importantes para que possamos produzir de forma sustentável e saudável alimentos para as pessoas”. Estima-se que o número de habitantes do planeta vai ultrapassar os nove bilhões de pessoas em 2050 e que a produção mundial de alimentos vai ter de aumentar em 60% para conseguir dar resposta às necessidades alimentares da população mundial.

Restaurantes participantes da ação colaborativa

Restaurante Saanga Grill (Avenida Iguaçu, 2423 – Batel), Restaurante Babilônia (Alameda Dom Pedro II, 541 – Batel), Restaurante Zappata (Avenida Silva Jardim, 3959 – Batel) Bar Jabuti (Rua Assis Gonçalves, 1506 – Agua Verde), Restaurante Vila Sabor (Shopping Mueller – Centro Cívico), Restaurante Mukeka (Rua Machado de Assis, 417 – Juveve), Bistrô Marbô (Rua Dr. Faivre, 691 – Centro), Restaurante Armazém Colônia (Rua Vicente Machado, 1168), Restaurante Casa Varela (Rua Dr. Aloysio França, 170 – Bigorrilho), Restaurante Do Peruano (Avenida Vitor Ferreira do Amaral, 1088 (loja 12) – Tarumã),  Hard Rock Café Restaurante (Rua Buenos Aires, 50 – Batel) Restaurante Kandoo (Rua Dr. Alexandre Gutierrez, 732 – Batel), Restaurante Limoeiro (Avenida Humberto Castelo Branco, 669 – Jardim Social), Restaurante Velho Oriente (Avenida Agua Verde, 1551 – Agua Verde) Restaurante O Forninho do Cabral (Rua Coronel amazonas Marcondes, 1350 – Cabral), Cantina do Délio (Rua Itupava, 1094 – Alto da Glória) Restaurante Quintana Café (Avenida Batel, 1440 – Batel0, Restaurante Mediterrâneo Cristal (Shopping Cristal – Batel), Banoffi Bistrô (Rua Itupava – 1091 – Alto da XV), Manekos Bar (Alameda Cabral, 49 – Centro), Bife Sujo Restaurante (Rua Saldanha Marinho, 479 –Centro) e Restaurante Casareccia (Avenida dos Estados, 405 – Água verde).

Realização

A ação colaborativa sem nenhum custo aos participantes é uma realização da FAO – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura  – Sul do Brasil,  da ABRASEL – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, IBRAFE –Instituto Brasileiro do Feijão, Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento/PR, Instituto Emater/PR, SESC/PR, FEIJAO PÉ VERMELHO, EMBRAPA/PRIAPAR/PR, Restaurantes Boa LembrançaSENAC/PRSMAB Mercado Municipal de Curitiba, SENAR/PR UNICAFES, CRESOL e INFOCOS.

Serviço:

#amofeijão – Semana das Leguminosas nos Restaurantes do Paraná

Para mais informações sobre o ano Internacional as leguminosas: www.fao.org

Mais informações do evento no facebook: @amofeijão

Quintana celebra o Dia da Cerveja Impura! Neste fim de semana, venha participar!

O Quintana celebra a liberdade cervejeira com o evento Dia da Cerveja Impura, que acontece no restaurante nesta sexta, sábado e domingo! A ação celebra um manifesto contra os 500 anos da Lei da Pureza Alemã, que restringe o nome cerveja a um padrão, e por isso inibe a criatividade na hora de criar novos rótulos.

No Quintana, vamos apresentar a Bizarro, cerveja criada pela paranaense Morada Cia. Etílica, a carioca 2cabeças e a alemã Freigeist. O rótulo não traz nenhum dos ingredientes exigidos pela Lei da Pureza – é a anti-cerveja. Com a ação, a ideia é celebrar a criatividade e questionar a lei que apenas limita, e pouco a ver com qualidade.

No Quintana, teremos a Bizarro em formato chopp – vendido a R$ 12; ou a garrafa long neck, a R$ 20,90. Para beber no local ou levar para casa! Um dia imperdível para qualquer amante da cerveja artesanal! #DiadaCervejaImpura #EcoGastronomiaCultural #Cerveja #CervejaArtesanal #CervejasCuritibanas #Bizarro #Curitiba #Cultura #Gastronomia #Bebidas

Apoie e valorize a cultura indígena! Quintana é ponto de doação e incentivo

As mulheres Kaingang há muitos anos carregam seus filhos e suas famílias sozinhas, e fazem da arte indígena uma das únicas fontes de renda. Apoie você também esta cultura riquíssima feita a mão e passada de geração em geração.

Incentive também com doações dos seguintes itens:

– Roupas de cama e cobertas

– Roupas em geral

– Calçados infantis

– Carrinho para crianças

– Cestas básicas e produtos alimentícios em geral

Faça deste gesto uma parabenização o Dia do Índio, 19 de abril!

Agenda

Mês do Índio no Museu Paranaense

14 de abril, 9 às 12 horas

19 de abril, 9 às 12 horas e 13h30 às 17 horas

28 de abril, 9 às 12 horas e 13h30 às 17 horas

01 de maio, 9 às 12 horas

Apresentação e exposição de objetos e adornos

Rua Kellers, 289

Consciência Indígena na Embap

18 de abril, 15 horas

Palestra com Sandra Corari e Marcus Paiva, Mostra de Artes Visuais, Apresentações Musicais, Feira de artigos indígenas

Rua Comendador Macedo, 254

Encontro Fulni-ô no Quintana

16 e 27 de abril, 11h30 às 16 horas

Encontro, venda de arte indígena e apresentações

Av. do Batel, 1440

Apresentação Fulni-ô no Memorial de Curitiba

17 de abril

Rua Dr. Claudino dos Santos, 79

Mostra artística “Redescobrindo o Brasil 2016” na Chácara 5 elementos

22 de abril, 18 horas – Informações: (41) 9907-8607

Mostra artística, conversa sobre o tema, apresentação dos Fulni-ô e venda de arte indígena

Francisco Munoz Madrid, 350 – São José dos Pinhais

Para conhecer de perto a arte indígena no Quintana          

 

Nesta semana, no Quintana Café e Restaurante, o espaço recebe visitas ilustres. Membros das etnias Kaingang, do Paraná, e Fulni-ô, de Pernambuco, apresentam como é feito o artesanato indígena, uma das principais fontes de renda de seus membros. Cada item é feito manualmente, com minuciosa atenção aos detalhes, e representa parte importante desta cultura milenar.

No mês do Índio, o restaurante abre suas portas para evidenciar esta rica cultura dos ancestrais brasileiros, que hoje se mantém ativa por meio de um pequeno grupo da população indígena que sobreviveu aos diversos ataques sofridos ao longo dos anos. O objetivo é abrir caminho para a conscientização da população sobre sua importância, riqueza e sabedoria.

Nesta quarta-feira, 13 de abril, e sexta-feira, 15 de abril, é a vez de receber os membros da Kaingang, um dos mais fortes etnias da região sul do Brasil, que explicam e mostram como é feito o processo de confecção de suas peças. No sábado, o espaço recebe os membros da Fulni-ô, que estão em Curitiba especialmente para esta série de celebrações e reuniões em busca de melhorar sua qualidade de vida.

Aos clientes e interessados na causa, o convite é para uma leve imersão em um universo novo a alguns, mas que faz parte das raízes e história de qualquer cidadão brasileiro.

Serviço: Arte indígena no Quintana. Quarta-feira, 13 de abril, e sexta-feira, 15 de abril, com a etnia Kaingang. Sábado, 16 de abril, com a etnia Fulni-ô. Das 11h30 às 16 horas. Av. do Batel, 1440 – Batel. Informações e reservas: (41) 3078-6044. www.quintanacafe.com.br.

Sobre os índios Guarani-Kaiowá – entenda a situação e saiba como preservar esta cultura!

Índios são parte importantíssima da cultura brasileira. É o caso da cultura Guarani, presente desde a época da conquista e que luta para manter sua origem viva em meio a ocupação do território pelo homem branco. A questão permanece viva até hoje, e os índios Guarani-Kaiowá lutam permanentemente, e com pouco apoio, para manter vivos os membros de sua etnia. Por conta disso, o Quintana Café e Restaurante traz a história desta população, a fim de mostrar como cada um pode fazer a sua parte e ajudar nesta causa.

Após a sua grande redução por meio da colonização, hoje a briga situa-se entre grandes empresas e fazendeiros, que tem interesse em controlar terras antes ocupadas pelos índios. Mesmo sendo responsáveis por diversas alianças que garantiram a hegemonia e marcaram o território brasileiro, não são eles que usufruem das riquezas da terra, e suas condições de trabalho e vida reduzem-se pouco a pouco. Matas nativas são substituídas por criações de gado; sua riqueza, perdida. “Os Guarani-Kaiowá vêm enfrentando ataques contra suas vidas e integridade como povo há séculos”, como conta a antropóloga Andréia Baia.

O clima de confronto permanece. No último mês, os embates tomaram grande força no Mato Grosso do Sul, com indígenas que perderam a vida lutando por seu espaço. A história no papel não reflete a realidade. Por isso, é preciso uma mobilização da população e o entendimento da importância da causa, para retirar os preconceitos que a população indígena passa nos locais em que habita. “Vivendo uma crise humanitária, comunidades onde os recentes ataques têm acontecido se encontram em situação de total vulnerabilidade”, conclui Andréia.

Em Curitiba, diversos pontos comerciais se tornaram locais de arrecadação de doações, a fim de contribuir com a situação dos Guarani-Kaiowá. Além disso, busca-se um maior entendimento e apoio à situação, para que medidas sejam aplicadas com a ajuda da mobilização popular. A ação foi proposta pela ARPIN Sudeste (Associação de Povos Indígenas do Sudeste), que lançaram a campanha em colaboração com a Comissão Guarani Yvyrupa – CGY, Coletivo Tenonderã Ayvu e apoiadores da causa indígena em São Paulo do Coletivo Antena Guarani.

Cultura

Os índios Guarani-Kaiowá preservam sua língua nativa, falada de maneira corrente em meio aos seus membros. O artesanato é feito com base no conhecimento biodinâmico, em respeito à natureza, e aproveita-se de materiais integralmente. As peças construídas com o seu artesanato são hoje sua principal fonte de renda e sustento.

A música tem grande poder em sua cultura e identidade, com rituais cantados com toque ritmado. Para eles, a função do Pajé é importantíssima, tão valorizada quanto a de um guerreiro. Para eles, os embates vão além desta dimensão, e precisam ser mediados por quem consegue alcançar estes outros planos.

Uma cultura sem fim, que precisa ser valorizada e, acima de tudo, preservada.

Serviço: Ponto de Coleta de Doações

Em Curitiba

Quintana Café e Restaurante. Av. do Batel, 1440 – Batel. Horário: Todos os dias, das 11h30 às 16 horas. Informações: (41) 3078-6044. www.quintanacafe.com.br

Jardim das Amoras Brancas. Dr.Mendes de Araujo, 85, lateral do Parque São Lourenço.
Horário: De segunda a sexta das 20 às 23 horas. Para outros horários, contato por telefone: Lívia Oliveira (41) 9695-6920. Informações: Suryen Choinski: (41) 9883-2561 (TIM) e (41) 9126-9808 (Vivo).

Livraria e Café Cerejeira. Rua Duque de Caxias, 119 – Centro. Horário: Terça à sexta, das 13 às 19 horas. Domingo, das 13 às 17 horas. Informações: (41) 3053-3245.

Casa Base. Rua Dr. Goulin, 1055 – Juvevê. Horários: De segunda à sexta, das 9 às 18 horas. Informações: (41) 3030-3785.

Universidade Federal do Paraná – Reitoria (As caixas de coleta estão instaladas nas portarias dos prédios Dom Pedro I e II). Rua XV de Novembro, 1299. Horários: De segunda à sexta, das 7h30 às 20 horas. Sábados, das 7h30 às 12 horas. Informações: (41) 3677-9498 (Andréia ou com Lareane Machado).

Universidade Federal do Paraná – Prédio Histórico, Praça Santos Andrade. Horários: De segunda à sexta, das 8 às 22 horas. Sábados, das 8 às 12 horas. Informações: (41) 3677-9498 e (41) 9253-9899 (Andréia Baia Prestes).

Casa João de Barro. Rua Teffé, 805 – Bom Retiro. Horários: De segunda à sexta, das 14 às 20 horas. Informações: (41) 3023-6967.

Encontro da Amazônia. Rua Nilo Peçanha, 1907. Horários: De segunda à sexta, das 9 às 18 horas.Informações: (41) 3014-0030 (Marcos Dias).

Residência da Márcia Széliga. Rua Leão Sallum, 1360 – Boa Vista. Horários: De segunda à sexta, das 9 às 11 horas e das 14 às 16 horas. Informações: (41) 3089-2611.

Varanda Café. Rua Costa Rica, 358 – Bacacheri. Horários: De terça à sexta, das 13 às 20 horas. Sábado, das 10 às 19 horas. Informações: (41) 9926.6162 e (41) 9619-4602 (Bruna Gonçalves).

ONG Uirapuru. Rua é Travessa dos editores, 46. Horários: De segunda à sábado, das 9 às 18 horas. Informações: (41) 3024-7119 (Andreia Guarani Nhandeva).

Mamba Vegan. Rua Tapajós, 19 – São Francisco. Horários: De quarta à sábado, das 18 às 23 horas.

Centro Universitário Curitiba – Campus Milton Vianna. Rua Chile, 1678, Rebouças, Curitiba. Horário: De segunda à sexta, das 8h20 às 19 horas. Informações: (41) 3213-8700.
Telefone: 3213-8700

Espaço Darshana Desenvolvimento. Rua José de Alencar 1947, Juvevê.
Combinar horário de entrega com Leandro Stringari: (41) 9757-1222.

Espaço Natural da Ordem. Rua Trajano Reis 54 – Centro. Horários: De segunda à sexta, das 12 às 16 horas.
Associação Ita Wegman. Rua Eduardo Sprada, 3572, Campo Comprido. Horários: De segunda à sexta, das 7h30 às 17 horas.Informações: Andréia Baia (41) 9253-9899.

Residência Nubra Martin. Rua Emílio de Menezes, 572. ap 1b. Horários: Das 7 às 18 horas. Informações: (41) 3205-3444.

Em São Paulo

Aldeia Tekoa Pyau. CECI Jaraguá – Rua Comendador José de Matos, 386. Horários: De segunda à sexta, das 8 às 16 horas.
UNESP-IA. Rua Dr Bento Teobaldo Ferraz, 271. Horários: Das 10 às 18 horas. Informações: (11) 3393-8530.

Lapa. Rua Visconde de Pelotas, 286. Horários: De segunda à domingo, das 6 às 23 horas.

FESPSP. Rua General Jardim, 522. Horários: De segunda à sexta, das 7h30 às 22h30. Sábado, das 8 às 16 horas.
Sala Crisantempo. Rua Fidalga, 521. Horários: De segunda à sexta, das 8 às 20 horas.

Vila Rosária. Travessa Masérata, 94A – antigo 20.

Na Grande São Paulo e ABC Paulista

Santo André. Casa da Lagartixa Preta “Malagueña Salerosa”. Rua Alcides de Queirós, 161.

São Caetano do Sul. Orgânicos Viva Bem. Rua Marina GIacomini, 57 B – Santa Paula. Horários: De segunda à sexta, das 9 às 19 horas. Sábado, das 9 às 16 horas.

Espaço Santosha. Rua Manoel Augusto Ferreirinha,1278, Boa Vista. Horários: De segunda à sexta, das 9 às 12 horas e 14 às 20 horas. Sábados, das 9 as 12 horas.

Guarulhos. UNIFESP. Av. Monteiro Lobato, 679 – Bairro Macedo. C.A. de História da Arte. De Segunda à quinta, das 14 às 21 horas.
No Interior de São Paulo

Jacareí. Rua Luiz Simon, 113 Sala 2 – Jardim Paraíba. Horários: Das 9h30 às 18 horas.

Em Belo Horizonte 

Espaço 4Y25. Av. Augusto de Lima, 233 – sl 74 – Edifício Maletta. Horários: De terça à sexta, das 20 às 0 horas. Sábado, das 14 às 18 horas.
 

 

 

Pinceladas da Natureza, por Kitty Harvill, em cartaz no Quintana Café e Restaurante

É por meio de um olhar atento que Kitty Harvill expressa o seu amor pela fauna e flora brasileira, retratada na mostra “Pinceladas da Natureza”, em cartaz no Quintana Café e Restaurante. Em suas obras, a artista norte-americana busca dar destaque a belezas naturais e, desta forma, incentivar a preservação das florestas tropicais, uma das maiores riquezas do Brasil.

Ao todo, Kitty traz ao Quintana 29 obras, que retratam recortes da natureza de diversas partes do Brasil, inclusivo do estado em que escolheu para residir no Brasil, com a obra “A Gralha do Paraná”. A mostra permanece em cartaz até 26 de outubro.

Sobre a artista

Desde criança, Kitty já era apaixonada pela natureza, em especial a Floresta Amazônica. Seus cadernos eram recheados de recortes de flores, pássaros e outros animais brasileiros, e ao ver uma exposição no Central Park, em Nova York, sobre o tema, seu amor se intensificou ainda mais. Seu desejo era simples: poder fazer algo que pudesse, de alguma forma, ajudar na preservação deste espaço tão rico e belo. Aos poucos, seu conhecimento aumentou, e a artista conheceu a Mata Atlântica e outros ecossistemas brasileiros, cada vez mais agredidos pelo homem. Por isso, desde 2006, esta foi a fonte de inspiração para o seu trabalho artístico.

Hoje, a artista divide sua residência entre o Brasil e seu país de origem, os Estados Unidos, em pinceladas feitas em técnicas como a aquarela, pastel, óleo e acrílico. “Meu maior desejo é criar uma resposta emocional que motiva o público a agir em prol do nosso lindo planeta, em ações que buscam a conservação e preservação da natureza”, explica Kitty. Kitty também faz parte da associação “Artists for Conservation”, ou Artistas para a Preservação, em português, composta por artistas que buscam apoiar a natureza por meio da arte. O grupo é o de maior destaque no ramo da vida selvagem no mundo, limitado a 500 artistas que se tornam parte da associação por meio de convites direcionados, sendo Kitty a única representante que carrega a bandeira brasileira, por sua residência fixa no país. A artista plástica é também membro da APAP (Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná).

Para saber mais sobre o seu trabalho, acesse: www.facebook.com/KittyHarvill e www.quintanacafe.com.br.

Quintana comemora sete anos em evento especial “Cervejas Curitibanas” 

Para comemorar sete anos de vida, nada melhor do que uma reunião entre amigos, com direito a cultura, cervejas surpreendentes e excelente gastronomia. Em meio à programação cultural do Quintana Café e Restaurante no mês de seu aniversário e do poeta homenageado, acontece no dia 31 de julho, das 17 às 22 horas, o evento “#CervejasCuritibanas”, que reunirá seis cervejarias artesanais de fabricação regional, ao lado de um cardápio criado pela chef Gabriela Carvalho e sua equipe, harmonizado pelo somellier de cervejas Fabricio Thomaz.  Entre as cervejarias participantes estão Bodebrown, Dum, F#%*ing Beer, Gauden Bier, Morada Cia. Etílica e Pagan, ao lado da distribuidora Beer Company.

Os rótulos serão servidos em chopp à vontade a todos os participantes. Serão servidos os seguintes: Wee Heavy, da Bodebrown; Grand Cru, da Dum; Fresh, da F#%*ing Beer; Weiss, da Gauden Bier; Hop Arabica, da Morada Cia. Etílica; e Porter, da Pagan. Além disso, cada opção no cardápio será harmonizada com um dos rótulos. Para fechar, será servido o café orgânico Daily Coffee, opção forte e encorpada, além do Bionâmico Demeter, rótulo de destaque disponível no cardápio do restaurante. Ambos são da Cia. Orgânica.

Trata-se de um presente especial do Quintana a seus clientes, amigos e parceiros. A celebração de cultura propõe a oportunidade para que o público possa conhecer melhor quem está por trás destes rótulos,  a história de cada cervejaria, e como criar cerveja também é uma forma de cultura. Hoje, a gastronomia e todos os seus derivados já se confirmaram como manifestações de cultura e arte, e este é um dos pilares do Quintana Café e Restaurante. “A riqueza por trás de cada um destes criadores e seus rótulos  é inimaginável. Em nossa casa, propomos sempre a propagação da cultura e arte em todos os seus meios, e temos as cervejas curitibanas como parte importante de nossa história”, define Gabriela Carvalho, proprietária e chef do espaço.

Quem se interessar deverá garantir seu ingresso antecipadamente no próprio Quintana, no valor de R$ 66 por pessoa. Na ocasião, o espaço não contará com serviço de valet, com o objetivo de incentivar os participantes a virem de táxi e beberem com responsabilidade. Os apreciadores poderão participar também de um concurso cultural, e poderão levar para casa um kit exclusivo para casa.

Participe e venha celebrar as cervejas curitibanas com o Quintana!

Serviço: Festa Cervejas Curitibanas. Dia 31 de julho, das 17 às 22 horas. Quintana Café e Restaurante. Avenida do Batel, 1440 – Batel. Curitiba – Paraná. Informações: (41) 3078-6044www.quintanacafe.com.br.

Quintana Café e Restaurante comemora sete anos com o Mês dos Artistas

Mês de aniversário do Quintana Café e Restaurante e de Mario Quintana repleto de arte e cultura. Entre 6 de julho e 2 de agosto, o espaço gastronômico comemora sete anos de vida, além dos 109 anos do nascimento do seu poeta inspirador, com uma programação cultural especial, em homenagem a escritores e artistas plásticos, além de outras formas de arte como a gastronomia e as criações de mestres cervejeiros regionais.

Com base no princípio da ecogastronomia cultural, que simboliza os pilares do Quintana de alimentação sustentável e valorização da cultura, a ação tem como objetivo incentivar clientes e amigos a valorizarem e conhecerem a fundo o mundo ao redor, e a riqueza presente em cada detalhe. Todos os clientes que passarem pelo espaço durante a ação levam para casa um impresso com um texto dos poetas homenageados, além de um kit especial composto por geleias de laranja artesanais do Quintana, entregues de presente a clientes que compartilharem uma foto com a hashtag #EcoGastronomiaCultural.

A cada dia, um prato especial da mesa gastronômica será criado em homenagem aos artistas selecionados. Entre os destaques estão o frango frito, lembrança de Santa Felicidade, pierogui recheado com ricota e cebola, acompanha chucrute à moda polonesa, fish and chips com bater de cerveja, vinagrete de polvo à moda mediterrânea e arroz carreteiro à moda rio grandense. Além disso, as criações especiais de cervejarias artesanais de Curitiba também entram em cena, com um rótulo escolhido a cada dia para harmonizar com a criação gastronômica.

Os livros também fazem parte da festa, com direito a uma parceria especial entre o Quintana e a Fígaro – Loja da Cultura. A tradicional livraria selecionou obras especiais para cada semana de homenagens, que estarão disponíveis nas mesas dos restaurantes para leitura no local e para venda. Mês de cultura e arte para desfrutar nossa comemoração, participe!

Programação completa:

6/07 a 12/07 – Semana Artistas Curitibanos
Artistas homenageados: Dalton Trevisan e Poty Lazzarotto; Cervejaria Morada Cia. Etílica e F#%*ing Beer, que trazem rótulos criados por cervejeiros curitibanos, com padrões que vão além das nossas fronteiras.

13/07 a 19/07 – Semana Artistas Europeus

Artistas homenageados: Henri Matisse e J.K Rowling. Cervejaria Pagan, a cerveja dos bárbaros, que bebiam um outro tipo de bebida surpreendente fora dos portões de Roma, e Gauden Bier, que leva no nome a palavra “alegria” em latim, língua difundida na Europa Ocidental.

20/07 a 26/07 – Semana Artistas Brasileiros

Artistas homenageados: Jorge Amado e Candido Portinari. Cervejaria Bodebrown, nome que homenageia as raízes da família da cervejaria, natural de Pernambuco.

27/07 a 02/08 – Semana Mario Quintana; Cervejaria Dum, a cerveja criada na churrasqueira, combina com um bom churrasco gaúcho.

Artista homenageado: Mario Quintana

Serviço: Mês dos Artistas, no Quintana Café e Restaurante, em parceria com Cervejarias Artesanais de Curitiba e Fígaro – Loja da Cultura. Entre 6 de julho e 2 de agosto, das 11h30 às 16 horas. Avenida do Batel, 1440 – Batel. Informações: (41) 3078-6044. www.quintanacafe.com.br

 

Flores eternas para celebrar o amor

Quem busca um presente original e eterno para o Dia dos Namorados não pode perder a parceria da Boitatá Cerâmica Artística com o Quintana Café e Restaurante. A artista Daniélle Carazzai preparou pequenos arranjos de flores feitas em cerâmica, com haste de arame e base em MDF. As peças exclusivas são símbolo de um amor que nunca morre, retratadas em um presente especial e duradouro. As peças já estão disponíveis no Quintana Café e Restaurante, e custam entre R$ 20 e R$ 30. Venha ver de perto! O restaurante abre todos os dias, das 11h30 às 16 horas.